quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Alguns contras do Chrone



Eh! nem tudo e perfeito. E verdade que dizem por ai que o Chrome e rápido e isso, e aquilo, pode a ter ser mais perfeito ele não é!

Um blog chamado Beyond Binary, da CNet, destacou num post certos pontos que valem a pena levar em consideração. É sobre os termos de serviços, aquele monte de letras pequenas que pedem pra você dizer si concorda ou discorda. E nesse termo encontraram pontos que abrem espaço para coisas não tão legais.

  1. Têm um termo que diz que o Google pode fazer quantas downloads para sua maquinas que forem precisos, sem precisar avisar aos clientes por isso
  2. Que apesar de você ter os direitos autorais sobre tudo que postar, enviar através do serviços do Google o usuário concede ao Google uma licença irrevogável, perpétua, mundial, isenta de royalties (pagamento por direito autoral) (...) para reproduzir, adaptar, modificar, traduzir, publicar, distribuir publicamente, exibir publicamente e distribuir qualquer Conteúdo que o usuário enviar, postar ou exibir nos Serviços ou através deles.
  3. E por ultimo a de que eles divulgaram que não teria anúncios nas paginas do browser. Mas nos termos vem dizendo:

    17.1 Alguns dos Serviços são mantidos por receita proveniente de publicidade e podem exibir anúncios e promoções. Esses anúncios podem ser segmentados ao conteúdo da informação armazenada nos Serviços, pesquisas feitas por meio dos Serviços ou outras informações.

    17.2 A maneira, modo e abrangência da publicidade do Google nos Serviços estão sujeitos a alterações sem aviso prévio específico ao usuário.

    17.3 Considerando a concessão por parte do Google do acesso e uso dos Serviços, o usuário concorda com a possibilidade de o Google veicular tais anúncios nos Serviços.


Em resposta a esse blog o Google respondeu:

"In order to keep things simple for our users, we try to use the same set of legal terms (our Universal Terms of Service) for many of our products,"
"A fim de manter as coisas simples para os nossos usuários, nós tentamos usar o mesmo conjunto de termos jurídicos (os nossos Termos de Serviço Universal), para muitos dos nossos produtos", afirmou o Google em uma declaração fornecida a CNET News.
"Sometimes, as in the case of Google Chrome, this means that the legal terms for a specific product may include terms that don't apply well to the use of that product. We are working quickly to remove language from Section 11 of the current Google Chrome terms of service."

"Às vezes, como no caso do Google Chrome, isto significa que os termos legais de um produto específico pode incluir termos que não se aplica bem para a utilização desse produto. Estamos trabalhando rapidamente para remover linguagem a partir da Secção 11 do corrente Google Chrome termos de serviço. "


Agora e só colocar na balança os pontos ruins e os pontos bons de novo navegador e fazer a melhor escolha, porque opção e que não falta.

Nenhum comentário:

 

Coloque seu e-mail para receber novidades:

Enviado por FeedBurner